produtora de audio
21/out/2011

Postado por em Dicas de Locução

O que é ser radialista?

O que é ser radialista?

Radialista

“Aquele que se ocupa da radiodifusão, organizando programas ou deles participando”
Fonte: Dicionário Michaelis

O que é ser radialista?

Radialista é o profissional que trabalha com meios de comunicação, principalmente com o rádio, podendo atuar também com televisão. O radialista assume inúmeras funções dentro do setor, como por exemplo, direção, roteiro, projetos, criação, e muitos outros, sendo o mais comum a locução. Para isso, deve ter habilidade de prender a atenção do ouvinte, para escutar um programa de entretenimento, a narração de um jogo esportivo, a chamada para uma música, para as notícias do dia ou ainda, informações do trânsito. É preciso lembrar que o ouvinte não pode ver o radialista em uma transmissão, por isso, ele deve saber, através de sua voz, passar a seriedade de uma notícia ou emoção sobre algum fato.

Quais as características necessárias para ser um radialista?

Para ser um bom radialista é muito importante ter uma boa voz, falar bem e saber se expressar corretamente, de maneira que o ouvinte entenda claramente a sua mensagem.

Características desejáveis

  • Boa dicção
  • Domínio pleno da língua portuguesa falada
  • Empatia
  • Boa expressão
  • Saber trabalhar sobre a pressão
  • Agilidade
  • Sensibilidade
  • Boa voz
  • Criatividade
  • Facilidade em lidar com o público
  • Estar diariamente atualizado
  • Conhecer as necessidades e desejos do público

Qual a formação necessária para ser um radialista?

Todos os profissionais da área devem ter o registro profissional de radialistas, emitido pela Delegacia Regional do Trabalho (DRT) para desempenharem suas funções. Para os rádio-jornalistas, aqueles que exercem atividades jornalísticas, de produção e divulgação de notícias, é necessário o diploma de ensino superior em jornalismo, com duração de 4 anos. Para os radialistas de programas musicais, narração esportiva e outros tipos de entretenimento, é requisitado apenas o diploma de conclusão do ensino médio, mas é sempre importante cursos de especialização, para aprimorar-se na profissão.
Há ainda uma outra área do radialismo, em que o profissional pode desempenhar funções técnicas, como a sonoplastia e edição, preparando a matéria antes de ir para o ar, neste caso o profissional pode ser formado no curso superior de Rádio e TV, que tem duração de 4 anos.

Principais atividades de um radialista

As atividades exercidas por um radialista envolvem:

  • Locução de notícias cotidianas e de caráter nacional/internacional;
  • Narração de partidas esportivas;
  • Elaboração de pautas de programas, selecionando as melhores notícias do dia, que serão transmitidas ao ouvinte (no caso dos programas jornalísticos) e seleção musical no caso de programas de entretenimento
  • Edição de programas, selecionando o que irá ao ar
  • Criação de blocos ou programas inteiros para a rádio. Como na elaboração de uma pauta diária, os radialistas se reúnem para atualizarem sua programação
  • Realização de reportagens de rua, entrevistando pessoas com um gravador, sobre determinado assunto.

Áreas de atuação e especialidades

O radialista pode atuar em empresas de rádio e televisão, trabalhando com produção, edição e locução de programas. Também encontra espaço em empresas de web-rádio, que transmitem programas radiofônicos por meio da internet.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho vem se ampliando, o radialista, com o desenvolvimento da internet, pode encontrar mercado de trabalho nas crescentes empresas de web-rádio, que surgiram há pouco tempo, elas veiculam conteúdo através dos chamados pod-casts, que são formas de publicação de conteúdo de áudio, vídeo ou fotos pela internet. Diversas emissoras de rádio, já têm pod-casts de alguns de seus programas em sites de internet, e outras, apenas apresentam conteúdo on-line, as chamadas web-rádios. Esta é uma opção bastante atraente para os jovens profissionais que se identificam com a utilização de internet para manter-se informado e também como forma de lazer.
Ainda há a opção do profissional encontrar trabalho nas tradicionais emissoras de rádio e televisão, que estão sempre abertas à capacitação de profissionais de qualidade para ampliar seu quadro de funcionários.

Curiosidades

A profissão de radialista só foi regulamentada no ano de 1978, pela lei 6.615 . A partir de então, todos os profissionais da área devem ter o registro profissional de radialistas, emitido pela Delegacia Regional do Trabalho (DRT) para desempenharem suas funções.
Apesar de ter sido regulamentada somente há quase 30 anos, a primeira transmissão radiofônica oficial no Brasil ocorreu em 1922, no Rio de Janeiro. Foi o discurso do Presidente Epitácio Pessoa, em comemoração ao centenário da Independência do Brasil, no dia 7 de setembro, daquele ano. O discurso foi feito numa exposição, na Praia Vermelha e o transmissor foi instalado no alto do Corcovado pela Westinghouse Electric Co.
Fonte:

Related Posts with Thumbnails

POST RELACIONADOS DO BLOG :

  1. Profissão de radialista é tema de debate no Senac Campinas
  2. Radialista morre após Anatel fechar emissora de Rádio
  3. Antonio Aguillar completa 82 anos ele é radialista e apresentador
  4. Profissões de radialista e jornalista estão desaparecendo
  5. Quanto Ganha um Radialista?
  6. Marcelo Adnet imitando radialista Comédia MTV
  7. Caixa Postal – Radialista Cassiano Macedo
  8. Selena Gomez é ameaçada de morte
468 ad

Deixe um Comentário